30
Jun 11
30
Jun 11

Complexo de Piscinas da Lagoa com aulas gratuitas de hidroginástica

O Complexo Municipal de Piscinas vai acolher no próximo Sábado, 2 de Julho, aulas de hidroginástica gratuitas para todos os utentes que estiverem naquele espaço de lazer.

Esta iniciativa, integrada no plano de actividades do Serviço de Desporto da EML, pretende dinamizar o Complexo de Piscinas, divulgando e incentivando estilos de vida saudáveis entre os seus clientes, pelo que todas as actividades a desenvolver no interior deste Complexo serão gratuitas.

Assim sendo, no próximo Sábado, realizar-se-ão duas aulas de hidroginástica (às 10h30 e 16h30) constituindo uma oportunidade única para experimentar uma modalidade que tem registado um grande incremento no número de praticantes, reconhecidos que são os benefícios para a saúde e bem-estar em geral. Colmatando o encerramento do Aquafit – Piscina Coberta, a Empresa Municipal da Lagoa informa que os clientes habituais desta piscina coberta, poderão, aos sábados, e durante o mês de Julho, entrar gratuitamente no Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa mediante a apresentação do seu cartão de sócio.

Com mais esta actividade, o Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa assume-se como sendo um espaço de lazer, mas igualmente dinâmico e singular. Trata-se de uma zona balnear de qualidade reconhecida e que ostenta pelo 15º ano consecutivo a Bandeira Azul, hasteando, igualmente o galardão "Praia de Ouro" da QUERCUS, e pelo primeiro ano, a bandeira do projecto "Praia Acessível, Praia para Todos", um projecto que tem como principais objectivos tornar acessíveis as zonas balneares a pessoas com mobilidade reduzida, sensibilizando o público para este problema e dando a conhecer às pessoas portadoras de deficiência quais as zonas balneares com acessibilidade.

fonte:http://www.azoresdigital.com/

publicado por adm às 15:16 | comentar | favorito
24
Jun 11

Piscinas Municipais abrem inscrições para época desportiva na Mealhada

As renovações das inscrições para a próxima época desportiva das Piscinas Municipais da Mealhada estão a decorrer desde o dia 15 de Junho e prolongam-se até dia 8 do próximo mês.

Para realizar a renovação, a mensalidade de Junho deverá estar devidamente regularizada. Já as novas inscrições podem ser efectuadas a partir do dia 15 de Julho, sendo, para isso, necessária a entrega de uma fotografia e uma fotocópia do Bilhete de Identidade ou do Boletim de Nascimento.

 

A época desportiva 2011/ 2012 das Piscinas Municipais da Mealhada inicia-se no dia 1 de Setembro.

fonte:http://www.ribeirinhas.com/

publicado por adm às 01:19 | comentar | favorito
tags:

As altas piscinas de Lisboa

São autênticos oásis urbanos: escolhemos três piscinas localizadas no topo de hotéis - além das boas vistas, é garantido o serviço. Quem quiser aproveitar, pode pagar uma entrada e ir a banhos com a cidade como pano de fundo.

Holiday Inn Lisboa, cenário de filme
Nos meses de Verão, o Holiday Inn Lisboa, localizado na parte comercial e financeira da cidade, é o preferido entre as opções da cadeia hoteleira na capital. A razão? A piscina localizada no topo do edifício, num 11.º andar dedicado ao dolce fare niente em altura.
Aproveitando os edifícios de escritórios que enquadram a vista, a piscina já foi o cenário de videoclips de músicos portugueses (o vídeo da música Podem passar mil anos, de Mikael Carreira, é um exemplo popular) que quiseram ter um toque cosmopolita à laia de Nova Iorque ou Tóquio, sem sair de Lisboa.
Ainda assim, a imagem mais frequente no topo do Holiday Inn Lisboa são as sonecas à beira da piscina enquanto os miúdos se divertem dentro de água. A profundidade de um metro pode desagradar a quem tenha a ambição de dar umas braçadas, mas é atractiva para famílias com filhos pequenos. Afinal, a ideia aqui é mais refrescar do que banhar (o que no topo de um edifício em exposição directa ao sol lhe vai saber mesmo bem). 
A entrada na piscina tem um custo de 20 euros e pode ser acompanhada por uma massagem (entre 30 a 60 euros dependendo da escolha) ou por um snack.

Holiday Inn Lisboa, Avenida António José de Almeida, 28-A, 1000-044 Lisboa, Tel.: 210 044 000, www.holidayinn.com


Altis Belém, tranquilidade à beira-rio
Altura pode ser uma coisa subjectiva. No topo do Altis Belém Hotel&Spa a piscina coroa apenas dois andares, mas a vista estende-se na horizontal para uma das zonas mais nobres de Lisboa, com a Torre de Belém, a Ponte 25 de Abril e o Padrão dos Descobrimentos a evocar um momento da nossa História que serviu de inspiração a todo o hotel.
A ordem aqui é para relaxar e, por isso, a piscina é ponto de partida e chegada em complemento à oferta do spa. O BSpa by Karin Herzog tem um quilómetro quadrado e é a porta de entrada para a piscina, já que o acesso à mesma é exclusivo para utilizadores do spa (serviços a partir de 50 euros). 
Para além dos tratamentos que podem ser feitos na tenda ao lado da piscina, com as massagens em destaque, há aulas de tai-chi chuan, chi kung, pilates, watsu, ioga e uma ementa especial de spa cuisine composta por refeições leves e muita informação nutricional. Dentro de água, os jactos laterais distribuídos ao longo da área rectangular da piscina são eles próprios massajantes. 

Altis Belém, Doca do Bom Sucesso, 1400-038 Lisboa, Tel.: 210 400 200,www.altishotels.com


NH Liberdade, celebração da frescura
A piscina no topo do hotel NH Liberdade abriu ao público no ano passado e as filas para entrar deixaram claro que este era um espaço privilegiado no centro de Lisboa. Este ano, a pensar no Verão, houve um reforço da aposta na organização de eventos em torno da piscina. Para além da possibilidade de alugar o terraço que abriga a piscina para festas privadas, o hotel realiza pontualmente eventos abertos a todos à volta da piscina panorâmica (como as Afterwork Parties), inserida num espaço lounge virado para o rio Tejo e a parte antiga da cidade.
Para quem quer mesmo é dar um salto para dentro de água sem as habituais filas para chegar à praia, a piscina do NH é uma boa opção pela sua localização central bem servida de transportes públicos e pelas suas dimensões. Com uma área de cerca de 45 metros quadrados e 1,30 metros de profundidade, é a maior das piscinas em altura. Com todas as possibilidades que o título acarreta. 
A entrada custa 20 euros por pessoa e 30 euros por cada elemento de um grupo.

NH Liberdade, Avda. da Liberdade, 180 B., 1250-146 Lisboa, Tel.: 213 514 060, www.nh-hotels.pt

 

 fonte:http://fugas.publico.pt/

publicado por adm às 01:18 | comentar | favorito
tags:
24
Jun 11

Piscinas da Varzim Lazer vão entrar em obras de beneficiação

As piscinas da Varzim Lazer (VL)  vão receber mais obras de beneficiação; desta vez serão criados balneários específicos para crianças e melhorados outros pontos dos locais para mudança de roupa. As obras vão ser financiadas pelo Fundo de Turismo já que, em termos formais, o complexo de piscinas pertence ao Estado, embora o concurso seja publicado pela Câmara, como referiu o presidente Macedo Vieira (ouça as declarações nos nossos noticiários). As obras que merecem a concordância do vereador do CDS, Jorge Quintas Serrano. Quanto a Paulo Eça Guimarães, do PS, a empreitada justifica-se, mas o vereador coloca algumas reticências.

fonte:http://www.radioondaviva.pt/

publicado por adm às 01:16 | comentar | favorito
tags:
19
Jun 11

Valpaços – Piscinas reabrem para época balnear

As piscinas municipais já abriram para o Verão. Com a chegada da estação quente, como habitualmente, encerraram as piscinas municipais cobertas para dar lugar às piscinas exteriores.

 

Na segunda-feira passada, dia 6, as portas abriram ao público e estão disponíveis todos os dias, das 10h00 às 19h30.

Os preços de entrada variam entre: crianças dos 6 aos 12 anos – 1.05€; jovens dos 13 aos 17 anos – 1.40€ e adultos – 2.10€; desconto com cartão-jovem – 1.60€. Para as crianças até aos cinco anos a entrada é gratuita.

fonte:http://diarioatual.com


publicado por adm às 18:24 | comentar | favorito
tags:
19
Jun 11

PS/Porto contra encerramento "inadequado" de piscina de Campanhã

O PS/Porto manifestou-se este sábado contra o eventual encerramento da piscina de Campanhã por parte da autarquia, considerando-o "completamente inadequado" e defendendo que na cidade "há carência de piscinas".

"No Porto há carência de piscinas de uso público na cidade. Tem cinco piscinas de utilização pública para um pouco mais de 200 mil habitantes e se compararmos com os municípios limítrofes, em todos existem mais equipamentos deste tipo", afirmou à Lusa Manuel Pizarro, presidente da Comissão Política Concelhia do PS que este sábado de manhã acompanhou uma visita de vereadores socialistas à piscina de Campanhã.

A finalidade, disse, foi "explicar de forma mais pormenorizada as razões que levam" o PS a opor-se "radicalmente à ideia que a câmara apresentou de forma muito pouco sustentada de promover o eventual encerramento da piscina".

O socialista contou à Lusa que a autarquia invocou que a piscina em causa "tem um défice de exploração de cerca de 250 mil euros por ano e precisará agora de um investimento significativo, de cerca de 1,3 milhões de euros, na sua manutenção".

"Tenho a expectativa que um equipamento desta importância possa ter algum défice de exploração sem que isso signifique nada de muito grave para a câmara municipal", uma vez que "tem de se aceitar a remuneração da função social da piscina", salientou.

Acrescentou que "o investimento que é necessário fazer na recuperação infraestrutural da piscina melhorará as condições da sua operação".

Para Manuel Pizarro "se a cidade se vir privada desta piscina, há um vasto conjunto de milhares de crianças, jovens e outros cidadãos que vão deixar de ter condições para ter acesso à aprendizagem da prática da natação".

Justificou ainda que aquela piscina "é a única com dimensões olímpicas que existe na cidade" pelo que se for encerrada "há um conjunto de competições de natureza desportiva que deixam de se poder realizar no Porto e um conjunto de clubes que deixam de ter condições para treinar os seus atletas".

Lembrou por fim que "esta piscina está localizada na zona socialmente mais deprimida da cidade", na zona oriental, pelo que "não faz sentido nenhum que sendo reconhecido por todos, incluindo pela câmara, que existem graves assimetrias na cidade em desfavor daquela zona, se imagine encerrar um equipamento desta importância".

"Julgamos que é completamente inadequado o encerramento desta piscina", sublinhou.

Quanto ao investimento necessário fazer, salientou que "o que está em causa é fazer opções", frisando que "o PS não tem nada contra a realização das corridas de automóveis" mas que "parece paradoxal é que seja possível a câmara gastar um milhão de euros com a realização das corridas e não seja possível gastar 1,4 milhões de euros para recuperar uma piscina com a importância como a de Campanhã".

fonte:http://www.jn.pt/p

publicado por adm às 18:23 | comentar | favorito
tags:
13
Jun 11
13
Jun 11

Amarante: Câmara vai remodelar e ampliar piscinas da cidade

A Câmara Municipal de Amarante vai proceder à remodelação e ampliação das piscinas da cidade, numa operação que poderá corresponder a um investimento de cerca de 1 milhão e 800 mil euros.

 

 

O projecto vai ser desenvolvido pela empresa Carlos Guimarães/Luis Soares  (Carlos Guimarães assinou já o projecto das actuais piscinas), e a ideia-base consiste, por um lado, em manter os actuais tanques, que funcionarão exclusivamente como piscinas de Verão, sendo renovada toda a área do cais; e, por outro, construir um novo volume que prolongue o do edifício existente para nele integrar novos tanques (um ou mais), que funcionarão como piscinas cobertas permanentes.

 

 

A intervenção nas actuais piscinas não porá em causa o objectivo de dotar a cidade de um complexo de piscinas cobertas, tal como previsto no Plano de Pormenor da Baseira. De facto, as piscinas actuais e as previstas naquele plano deverão ser vistas numa lógica de complementaridade: as primeiras, dada a sua localização, manterão o seu papel primordial em termos turísticos e de dinamização do Centro Histórico.

 

 

As segundas, com implantação definida para as proximidades das escolas secundária e EB-2,3 poderão e deverão contemplar, para além de outras valências, a vertente desportiva e de competição.

 

 

O Município de Amarante, recorde-se, dispõe já de piscinas públicas cobertas na zona de Vila Meã, em funcionamento desde 2007.

fonte:http://www.averdade.com/i

publicado por adm às 23:23 | comentar | favorito
04
Jun 11

Piscinas do Rebentão reabrem este sábado

O complexo das Piscinas de Recreio e Lazer do Rebentão vai abrir este ano para mais uma época balnear de Verão este sábado, dia 4 de Junho. As piscinas estarão abertas ao público até ao dia 18 de Setembro, todos os dias, inclusive feriados, com os seguintes horários: de Terça-feira a Domingo das 10h00 às 20h00 e Segunda-feira das 14h00 às 20h00. Inseridas na Quinta do Rebentão, as piscinas exteriores são um dos equipamentos mais apetecidos da cidade, sendo anualmente, de Junho a Setembro, frequentadas por cerca de 60 mil utentes.

fonte:http://diarioatual.com/?

publicado por adm às 23:46 | comentar | favorito
tags:
04
Jun 11

Piscinas da Lagoa com bandeira azul

Numa cerimónia que decorreu na manhã de hoje, procedeu-se ao hastear deste galardão no Complexo Municipal de Piscinas, tendo o mesmo sido hasteado também na zona balnear da Caloura.

 

O Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa foi a primeira zona balnear do país a ter a Bandeira Azul hasteada.

Numa cerimónia que decorreu na manhã de hoje e que contou com a presença, entre outros, do Secretário Regional do Ambiente e do Mar, Álamo Meneses, do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, João Ponte, do Capitão do Porto de Ponta Delgada, João Gonçalves, e da presidente do Conselho de Administração da EML, Elisabete Tavares, procedeu-se ao hastear deste galardão no Complexo Municipal de Piscinas, tendo o mesmo sido hasteado também na zona balnear da Caloura.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Lagoa o facto destas duas zonas balneares terem a Bandeira Azul tem contribuído para a promoção do próprio Concelho a nível turístico, mostrando a qualidade e a excelência que as mesmas têm colocado ao serviço dos banhistas e que a autarquia lagoense tem procurado melhorar cada vez mais.

Prova disso é o facto do Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa ostentar, pela primeira vez, a bandeira do projecto “Praia Acessível, Praia para Todos”, um projecto que tem como principais objectivos tornar acessíveis as zonas balneares a pessoas com mobilidade reduzida, sensibilizando o público para este problema, e dando a conhecer às pessoas portadoras de deficiência quais as zonas balneares com acessibilidade, promovendo-as como destinos de férias.

Para além disso, a zona do Porto da Caloura já havia sido galardoada no passado mês de Março com a bandeira "QualityCoast", atribuída pela "EUCC - The Coastal & Marine Union", com a avaliação de um Júri Internacional, cujo objectivo é o de promover o desenvolvimento sustentável em destinos costeiros, através de uma estratégia de informação dirigida aos visitantes, sendo este um programa que integra as mais-valias naturais, culturais e sociais promovendo, simultaneamente, a manutenção de padrões elevados na qualidade do seu turismo.

A Câmara Municipal de Lagoa e a Empresa Municipal de Lagoa, responsável pela gestão das zonas balneares do Concelho, têm procurado garantir sempre as melhores condições a todos quantos procuram as zonas balneares lagoenses, apostando na segurança das mesmas e na realização de múltiplas actividades de educação ambiental e que têm vindo ao encontro da exigência do próprio Programa da Bandeira Azul.

Aliás, João Ponte destacou o facto do Complexo Municipal de Piscinas ostentar ininterruptamente nos últimos 15 anos a Bandeira Azul, tendo merecido um Certificado Internacional no âmbito deste galardão, atribuído pela Coordenação Internacional do Programa Bandeira Azul e que vem mostrar os altos parâmetros de qualidade que têm sido cumpridos na última década e meia.

fonte:http://www.jornaldiario.com/

publicado por adm às 23:44 | comentar | favorito
01
Jun 11
01
Jun 11

Felgueiras: Câmara abriu piscina de Barrosas 20 meses após a inauguração

O complexo de piscinas da vila de Barrosas, no concelho de Felgueiras, foi hoje aberto à utilização dos munícipes, apesar de ter sido inaugurado pela ex-presidente da câmara, Fátima Felgueiras, a poucos dias das eleições autárquicas de 2009.

Fonte da atual gestão autárquica, liderada pela coligação PSD/CDS, confirmou a abertura e disse à Lusa que só agora estão reunidas "as condições técnicas e de segurança necessárias ao bom funcionamento da infraestrutura".

O facto de o complexo ter estado fechado durante um ano e oito meses após a inauguração tem suscitado nos últimos meses grande discussão política no concelho, com a oposição e a junta de freguesia local a acusarem a maioria PSD/CDS de incapacidade para pôr o equipamento a funcionar.

O presidente da junta, Augusto Faria, disse recentemente à Lusa que a população local tem sido obrigada a recorrer a piscinas de concelhos vizinhos.

A maioria camarária tem respondido que a obra foi inaugurada "à pressa e com fins eleitoralistas", em 2009, pela então presidente da autarquia, sem que o equipamento reunisse ainda condições para o seu funcionamento.

Fonte autárquica disse à Lusa que quando a nova gestão assumiu funções, após ter ganho as eleições de outubro de 2009, verificou-se que faltava ainda algum material e houve até necessidade de contratar nadadores-salvadores.

Nos últimos meses, o complexo foi melhorado com mais equipamento, incluindo painéis solares térmicos para aquecimento de água e sistemas de desinfeção mais modernos e amigos do ambiente, acrescenta a fonte.

A piscina coberta, de 25 metros, custou cerca de dois milhões de euros, servindo o terceiro polo urbano do concelho.

Além da natação, o equipamento está preparado para aulas de natação, hidroginástica, banhos livres e recreio.

fonte:http://sicnoticias.sapo.pt/

publicado por adm às 22:58 | comentar | favorito