06
Ago 15

Piscina Municipal de Celeirós: Espaço “bem cuidado” é escolha de muitos para passar as férias

Aberta desde 2002, o bom ambiente e o sossego são os ‘pontos fortes’ da piscina municipal de Celeirós, o local de eleição para muitos veraneantes. “Nesta altura, temos sempre muitos visitantes e este ano com o bom tempo tem sido ainda mais procurada”, confirmou o presidente da União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro, António Veiga.

Para esta procura muito tem contribuído o facto da piscina de Celeirós “estar muito bem cuidada e tratada”, como fez questão de vincar o autarca, admitindo também tratar-se de um es- paço “muito acolhedor”. Por tudo isto, “são muitas as famílias que optam por passar as férias na piscina, fugindo da confusão das praias”.

António Veiga garantiu que a união de freguesias tem tido desde a primeira hora “um cuidado muito grande com o equipamento de forma a conseguir mantê-lo sempre da melhor forma possível”, oferecendo vários servi- ços naquele espaço.

O bom tempo que se tem feito sentir este Verão tem levado ainda mais utentes à piscina municipal. “Esta grande afluência também é a prova que este equipamento é muito importante para esta zona do concelho de Braga”, vincou.

Por ali têm passado muitas crianças e jovens. Só no âmbito do programa ‘Férias de Verão’, promovido em parceria com a da Câmara Municipal de Braga, foram centenas. & ldquo;Foi uma verdadeira festa e só da nossa união de freguesias passaram aqui uns dias de verdadeiras férias 180 crianças”, avançou António Veiga.

A piscina é muito procurada, sobretudo, pelas gentes de fora da freguesia. Por isso, João Carvalho, responsável pela gestão daquela infra-estrutura, deixou um apelo a todos os moradores de Celeirós, de Aveleda e de Vimieiro para “frequentarem mais este espaço”, já que “80% dos utilizadores não são da união de freguesias”.

Mas há clientes quase diários que chegam de Matosinhos e do Porto, “lá também têm piscinas, mas gostam mais da piscina de Celeirós”.

João Carvalho acredita que a escolha e a opção por este equipamento municipal se deve ao facto da união de freguesias “se manter sempre preocupada com a manutenção do espaço”. E João Carvalho explicou: “a limpeza dos balneários, das casas-de-banho e da zona envolvente às piscinas, bem como a qualidade da água são prioridades”.

A manutenção do espaço não é fácil. “Todos os anos temos que fazer manutenção, há sempre alguma peça que tem que ser substituída”, confirmou aquele responsável.

Em média, por dia, passam pela piscina municipal cerca de 250 pessoas.

A piscina, que conta com dois nadadores-salvadores e cinco assistentes, tem sempre música ambiente e um bar aberto.

fonte:http://www.correiodominho.com/n

publicado por adm às 20:16 | comentar | favorito
06
Ago 15

Vila Franca de Xira estuda formas de acabar com desigualdade no acesso às piscinas

O município de Vila Franca de Xira vai reavaliar a forma como funciona o sistema de cartões que permite o acesso às piscinas municipais, de forma a não prejudicar os utentes que apenas desejam usar as piscinas durante pouco tempo.

Em causa está o facto de um utilizador, que apenas queira usufruir da piscina durante o período mínimo (duas horas), ter de pagar 3,50 euros por um cartão para carregamento, quando poderia usar apenas as duas horas da piscina pagando 2,65 euros. O mesmo se passa com o ginásio municipal, onde duas horas custam 2,45 euros, um valor abaixo do preço do cartão de utente.

A situação, alerta Ana Lídia Cardoso, vereadora da CDU, prejudica os utentes que usam pouco a piscina e encarece a utilização do equipamento. Sobretudo no que toca a famílias, onde a ida ao equipamento municipal pode chegar aos 14 euros. “Faz sentido que quem utilize a piscina frequentemente tenha um cartão, mas não faz muito sentido que quem não vai com regularidade o tenha de comprar. Devia voltar a equacionar-se as senhas de utilização, como era antigamente”, defendeu.

O presidente da câmara, Alberto Mesquita (PS), concordou dizendo que a questão é “pertinente” e prometeu que será alvo de análise nos serviços. “Faz sentido que se estude uma alternativa, porque uma coisa é a utilização regular ou enquadrada numa associação, outra é a utilização esporádica”, informou.

Actualmente o município de Vila Franca de Xira tem cinco piscinas: duas em Alverca (Quinta das Drogas e Chasa), Forte da Casa, Póvoa de Santa Iria e no Complexo Desportivo Municipal, em Vila Franca de Xira. As piscinas da Calhandriz, recorde-se, estão encerradas e está a ser estudada a possibilidade de serem cedidas a uma associação do concelho.

 

Município nega plano de relocalização das piscinas de Vialonga

O presidente do município, Alberto Mesquita, negou na última semana que haja uma intenção da câmara em relocalizar as piscinas de Vialonga, cuja construção anda a ser adiada há vários anos. O autarca garante que “trouxe para reflexão” da comunidade a possibilidade de encontrar um local alternativo à Urbanização da Flamenga, tendo havido uma reunião com os moradores e a junta de freguesia.

“Nada está decidido, estamos a escutar a comunidade e se não se encontrar uma solução a piscina ficará ali como estava previsto. O que se pretende é construir a piscina”, frisou o autarca.

A vereadora Ana Lídia Cardoso disse esperar que as movimentações do autarca não signifiquem “empurrar o problema com a barriga” durante “outros dez anos”. As piscinas, recorde-se, são faladas desde o tempo em que os primeiros prédios da urbanização começaram a ser feitos, há mais de uma década, mas nunca avançou por falta de verbas.

fonte:http://semanal.omirante.pt/

publicado por adm às 20:15 | comentar | favorito
03
Ago 15
03
Ago 15

Na maior piscina do mundo cabem oito campos de futebol

Tem mais de um quilómetro de comprimento e fica em San Alfonso del Mar, um complexo turístico no Chile. O empreendimento custou cerca de 3,5 milhões de euros.

 

A expressão “fazer piscinas” nunca fez tanto sentido: é que a maior piscina do mundo estende-se por mais de um quilómetro de comprimento e equivale a oito campos de futebol. Sim, é mesmo isso, oito. São 1013 metros de largura e 3 de profundidade, num total de 250 milhões de litros de água. A piscina fica em San Alfonso del Mar, um complexo turístico no Chile.

Ao olhar para as fotografias não é muito difícil perceber que a piscina tem tamanho suficiente para andar de barco à vela, fazer paddle yoga, nadar e dar mergulhos. Tudo ao mesmo tempo, porque há espaço mais do que suficiente.

 

O complexo turístico San Alfonso de Mar fica a 90 quilómetros de Santiago, na cidade de Algarrobo, e ostenta uma das mais impressionantes construções modernas, pelo menos em termos de tamanho. O azul turquesa escolhido também não passa despercebido, sobretudo por que se compara com o do Oceano Pacífico que fica mesmo em frente. Piscina e mar estão separados apenas por um extenso areal.

Como não podia deixar de ser, com tanto tamanho, o Livro do Guinness destacou a obra. A piscina também é elogiada pelo seu sistema avançado de oxigénio a pressão, que permite purificar grandes quantidades de água com menos produtos químicos. A temperatura também recebe destaque: climatizada, em algumas zonas chega a superar em 9 graus a temperatura da água do mar. Durante o verão pode chegar aos 26 graus.

San Alfonso del Mar é um resort com apartamentos em forma de pirâmide, inaugurado em 1988 pelo empresário Fernando Fischman. A obra esteve nas mãos da empresa chilena Crystal Lagoon.

 

fonte:http://observador.pt/2

publicado por adm às 21:28 | comentar | favorito