Piscinas atraem banhistas ao Lugar de Baixo

Conhecido por oferecer condições aprazíveis, onde o mar e a paisagem verde estão lado a lado, o Lugar de Baixo constitui entrada para a Ponta do Sol e é uma das três zonas balneares deste concelho, a Oeste da Madeira.


Há muito frequentado pelos madeirenses, pela tranquilidade e pelo bom clima que oferece ao longo de todo o ano, os veraneantes passaram a ter mais um espaço de lazer.


As Piscinas da Marina do Lugar de Baixo, recentemente reinauguradas, após terem sido alvo de obras de recuperação, apresentam-se como mais uma solução para aqueles que, no Verão, não deixam de ir dar um mergulho.


O acesso ao complexo balnear é pago, não obstante o facto de haver um amplo espaço para estacionamento gratuito, constitui um atractivo para muitos, sobretudo para aqueles que vêm de concelhos mais distantes.


Ao aceder a este espaço balnear, os banhistas deparam-se com um vasto solário, que prima pela sua limpeza.


São vários os serviços de apoio existentes como espreguiçadeiras e guarda-sóis. Além disso, há ainda um posto médico e um salão de jogos.


À entrada do complexo, um snack bar com esplanada permite que os banhistas possam disfrutar do ambiente envolvente.


São duas as piscinas da Marina do Lugar de Baixo: Uma para adultos, de consideráveis dimensões, com zonas de profundidade média que oferece maior segurança àqueles que estão pouco à vontade com a água, e outra, mais pequena, para crianças.


Os mais pequenos têm ainda uma zona de lazer própria, situada numa área no solário.


As Piscinas do Lugar de Baixo proporcionam aos veraneantes um contacto com a natureza a todos os níveis, aliando a tranquilidade à beira-mar com paisagens de serra, dado que se encontram entre o mar e uma escarpa (reforçada) vestida de verde da qual provem o som constante de uma queda de água.


Relativamente à Marina, esta disponibiliza quatro pontões de amarração com capacidade para mais de cem embarcações, sendo que ainda existe um posto de combustível, abastecimento de água, electricidade e balneários para os tripulantes. Além disso, um espaço para centro de mergulho está previsto ser aberto em breve.

 

 

 

Uma lagoa única mesmo ao lado


Se decidir fazer um dia de praia nas Piscinas da Marina do Lugar de Baixo, saiba que pode aproveitar a ocasião para conhecer a única lagoa de maré que existe na Madeira.


A Lagoa do Lugar de baixo é rica pela sua biodiversidade que constitui particular interesse ornitológico. Aqui é possível observar diversas espécies, entre as quais destaque-se a Galinha-d'água, o Galeirão, a Gaivota, o Garajau, a Lavandeira, a Rola-do-mar, o Maçarico-das-rochas e a Garça-branca.

 

 

 

Casal de Aveiro diz que «as pessoas têm que aproveitar o lazer que têm»


Oriundos de Águeda, em Aveiro, há nove anos que o casal Antunes visita frequentemente a Região. António e Angelina, que estavam na companhia de Nelson Silva, natural da ilha, acham «tudo bom na Madeira» e as Piscinas da Marina do Lugar de Baixo não são excepção. «É engraçado aproveitarem todos os espaços ao máximo», interrompe Angelina, com visível admiração no rosto. António considera o Lugar de Baixo e as suas piscinas «uma zona privilegiada em termos de temperatura, o verde, a água e o espaço para estacionamento». Embora conhecendo outros complexos balneares na Madeira e até mesmo no continente, António entende que «as pessoas têm que aproveitar o lazer que têm» e, olhando em redor, concluiu que «isto é o paraíso».

 

 

 

Do Caniço ao Lugar de Baixo por causa da piscina


Ana Cristina Mata não se importa de vir do Caniço até ao Lugar de Baixo. Faz praia neste complexo, pela segunda vez, «por causa da piscina», disse, apontando para a piscina das crianças, enquanto segurava o filho pela mão, embora, acrescentou, «não tem escada e obriga a que se tenha que saltar lá para dentro». A zona específica para as crianças é outro dos atractivos. Mas Cristina Mata teceu ainda elogios à água da piscina «sempre renovada» e o parque de estacionamento. Todavia, considerou que «seria bom um acesso ao mar», disse com alguma hesitação quando que se ouvia em resposta à sua sugestão por um um elemento do seu grupo que «o mar ali costuma ter levadia».

 

 

 

«Adequado às nossas necessidades»


À sombra de um guarda-sol, Nelson Silva aceitou com um largo sorriso, enquanto segurava a filha de tenra idade no colo, a dar à equipa de reportagem do JM a sua opinião relativamente às Piscinas da Marina do Lugar de Baixo. «Este complexo é bom, porque está adequado às nossas necessidades», disse este interlocutor, acrescentando que a criação do complexo satisfaz, na medida em que na zona não tinha infraestrutura semelhante para oferecer. «Nesta zona não havia nada», apontou o banhista, destacando que esta infraestrutura «é boa para a família». «Estamos aqui à vontade», concluiu.

 

 

 

Entradas variam entre 1,50 e 2 euros


Preços não assustam

 

 

 

A entrada nas Piscinas da Marina do Lugar de Baixo é paga. Não obstante, os preços são semelhantes aos praticados noutros complexos existentes um pouco por toda a Região.


Os menores de 12 anos têm aqui entrada gratuita. O jovens menores de 18 e as pessoas com 65 e mais anos pagam 1.50 cêntimos.


Um adulto terá de desembolsar 2 euros para entrar.


Se pretender levar a família, saiba que estas piscinas têm dois “packs” especiais: Um com cinco entradas custa cinco euros, enquanto que outro com dez entradas são 10 euros.


As espreguiçadeiras e os guarda-sóis custam 1,50 cêntimos.

fonte:http://www.netmadeira.com/

publicado por adm às 14:20 | comentar | favorito