11
Set 13

Piscinas municipais de Albufeira reabrem ao público

As piscinas municipais de Albufeira reabrem ao público após o período de encerramento das férias de verão no dia 14 de setembro, agora com um horário mais alargado: de segunda a sexta-feira, entre as 7h00 e as 21h00 e aos sábados das 9h00 às 14h00.

Esta época, as atividades da Escola de Atividades Aquáticas (EAA), de grande importância para diferentes camadas da população, nomeadamente idosos, grávidas, crianças, jovens e famílias vão decorrer de 23 de setembro a 30 de junho de 2014, diariamente, com turmas/atividades a partir das 7h45. 

Refira-se que as piscinas municipais têm contribuído para viabilizar o desenvolvimento de projetos desportivos na área da formação e competição dos clubes do concelho e da dinamização de programas de acesso gratuito por parte de diferentes entidades, nomeadamente as escolas, IPSS, associações que promovem o desporto adaptado e atividades para idosos.

fonte:http://www.barlavento.pt/in

publicado por adm às 23:12 | comentar | favorito
09
Set 12

Inauguração do Complexo Municipal de Piscinas da Caparica - Almada

A Câmara Municipal de Almada inaugura no próximo dia 15 de setembro, pelas 16h, um novo Complexo Municipal de Piscinas, localizado junto ao Parque do Fróis, na freguesia da Caparica.

A festa de inauguração inclui animação musical e a realização da primeira edição de uma estafeta/convívio, aberta a toda a população, com passagem por várias ruas e zonas da freguesia da Caparica.

As inscrições para a estafeta, organizadas por escalões (benjamins A e B, infantis, iniciados, juvenis, juniores, seniores e veteranos) podem ser feitas até 12 de setembro para dadesportiva@cma.m-almada.pt ou pelo telefone 212 507 120.

A organização é da Câmara Municipal de Almada e do Clube Monte Kapa Escolas de Desporto.

Um edifício para todos
Este novo complexo desportivo, com piscina e ginásio, foi projetado sem barreiras arquitectónicas, permitindo a sua utilização por deficientes motores ou pessoas com mobilidade reduzida, crianças e idosos. 

Existem ainda cabinas próprias para deficientes, com sanita, lavatório e duche.

A piscina é constituída por seis pistas com 25 metros de comprimento por 12,5 metros de largura e uma profundidade variável de 0,90 metros até 1,10 metros. 

O ginásio tem uma área de 213 metros quadrados. 

Ampliar a Rede Municipal de Equipamentos Desportivo 
A abertura da nova piscina, na Caparica, para além de ampliar a Rede Municipal de Equipamentos Desportivos, coloca ao serviço da população uma oferta diversificada e de qualidade e promove a prática regular de desporto.

Este novo equipamento desportivo vai servir uma área com aproximadamente 25 mil residentes, assim como os estudantes dos polos universitários e alunos das escolas primárias e secundárias existentes nas imediações. Esta é também uma zona em que 30% dos habitantes tem menos de 20 anos.

As inscrições para a nova piscina municipal começam no dia 16 de setembro e os futuros utentes vão poder escolher entre várias atividades desportivas, divididas por modalidades aquáticas e de ginásio.

O investimento total na nova piscina ascende a cerca de dois milhões de euros, sendo um projeto realizado no âmbito da candidatura QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) – Parcerias para a Regeneração Urbana.

Uma nova centralidade no concelho
O novo Complexo Municipal de Piscinas está localizado no Centro Cívico da Caparica, na zona do Parque do Fróis, do qual faz ainda parte uma biblioteca central (a inaugurar em data a divulgar). 

fonte:http://www.rostos.pt/i

publicado por adm às 19:56 | comentar | favorito
tags:
03
Set 12

Piscina portuguesa entre as 12 melhores do mundo

O ranking da revista Condé Nast Traveler premeia o hotel The Yeatman

A revista Condé Nast Traveler, considerada a mais importante publicação de turismo e lazer do mundo, destacou a piscina do The Yeatman como uma das 12 melhores do mundo, sendo a única em Portugal mencionada na lista.

A publicação salienta o seu design em forma de decanter, em representação do conceito vínico do hotel, e as panorâmicas vistas sobre o rio Douro e a cidade do Porto como principais atributos. Refere ainda o serviço de bar, que permite desfrutar de um copo de vinho, um cocktail ou das iguarias propostas pelo chef Estrela Michelin Ricardo Costa.

Com uma localização privilegiada, a piscina do The Yeatman proporciona uma vista magnífica sobre a cidade do Porto, assumindo o papel de cartão de visita da cidade.

fonte:http://mulher.sapo.pt/a

publicado por adm às 11:40 | comentar | favorito
14
Ago 12

Piscinas naturais do Porto Moniz com o dobro da afluência do ano passado

As piscinas naturais do Porto Moniz, no norte da ilha da Madeira, registaram até domingo 72.265 entradas, o dobro do ano passado, disse o presidente do município, justificando o número com a “maior afluência de turistas” ao concelho.
“Em 2011, até 31 de agosto tivemos 35.993 entradas, enquanto este ano, até domingo último, registámos 72.265 entradas, o que é mais do dobro do ano passado”, revelou Valter Correia, adiantando que o crescimento “dilui-se” em todos os meses do ano.
Segundo Valter Correia, os dados encontram explicação nos turistas que escolhem o concelho, destacando, neste caso, os estrangeiros, sobretudo franceses, e os madeirenses.
“O que nos dizem os operadores é que há menos nacionais”, declarou o autarca, realçando que o município manteve o preço de acesso às piscinas naturais, um dos cartões-de-visita do concelho, no valor de 1,5 euros para adultos.
Por outro lado, o responsável acredita que um dos fatores que tem contribuído para o aumento se prende com as condições meteorológicas.
“Não há memória de termos um ano tão soalheiro como este”, apontou Valter Correia, assinalando, ainda, que o complexo balnear ostenta a Bandeira Azul e é considerada pela associação ambientalista Quercus praia com qualidade de ouro.
O presidente do município destacou, igualmente, o facto de ter acessibilidades para pessoas com mobilidade reduzida.
“As piscinas naturais são, por ventura, na Europa, o complexo balnear com melhor relação preço/qualidade”, continuou o autarca, acreditando que o concelho, com cerca de 3.000 habitantes, está a ganhar com a crise e com a constatação de que os madeirenses “estão a fazer férias cá dentro”.
“Estou convencido de que esta situação está a obrigar os madeirenses a descobrir a Madeira”, declarou o presidente da autarquia, referindo que, no caso do concelho, “existe uma mudança estrutural do turismo”, que era, essencialmente, de “passagem”.
Valter Correia salientou que, “agora, começa a ver-se uma mudança apreciável no número de pessoas que pernoita”, situação que, no seu entender, se deve a fatores como a floresta Laurissilva, classificada como património mundial natural pela Unesco e outro dos postais turísticos do concelho.
Noutro concelho da ilha, na Ponta do Sol, o concessionário do complexo balnear da marina do Lugar de Baixo também nota maior número de veraneantes.
“Algumas pessoas dizem que iam para o Algarve, Porto Santo ou Canárias, mas porque não têm dinheiro ficam por cá”, contou à Lusa Carlos Lucas, explicando que, ao fim-de-semana, chegam a entrar nas três piscinas de água salgada do complexo meio milhar de pessoas.
Entretanto, dados disponibilizados pela empresa municipal Frente Mar relativos à Ponta Gorda e Barreirinha, dois dos complexos balneares do Funchal, dão conta que entre junho e 12 de agosto 83.115 pessoas foram a banhos nestes locais, quando no mesmo período de 2011 esse número foi superior em quase quatro mil.

fonte:http://online.jornaldamadeira.pt/

publicado por adm às 23:09 | comentar | favorito
03
Dez 11

Água da piscina é tratada com ozônio

Basicamente, o que diferencia o ozônio dos diversos agentes desinfetantes é o seu mecanismo de destruição dos micro-organismos. O cloro, por exemplo, atua por difusão através da parede celular, para então agir sobre os elementos vitais no interior da célula, como enzimas, proteínas, DNA e RNA. 

O ozônio, por ser mais oxidante, age diretamente na parede celular, causando sua ruptura, demandando menor tempo de contato e tornando impossível sua reativação.

Dependendo do tipo de micro-organismo, o ozônio pode ser até 3.125 vezes mais rápido que o cloro na inativação celular. O ozônio é o mais forte oxidante comercialmente viável, somente o flúor é mais potente. O cloro é um oxidante fraco.

 

Divulgação

O tratamento de água com ozônio é eficiente e potente

 

O ozônio mata micro-organismos muito mais rápido e mata muitos mais tipos. Além disso, a ozonição é opção para quem tem alergia ao cloro. Hoje é usado no tratamento das principais piscinas de competição do mundo. É sabido que os atletas nas Olimpíadas de Los Angeles se recusaram a nadar em piscinas tratadas com cloro. 

Para Fábio Salinas, o tratamento com ozônio é um dos melhores existentes atualmente no mercado. "100% natural reduz quase que totalmente o uso de cloro na piscina. É um gerador que capta o oxigênio ambiente e o transforma em ozônio, o mesmo possui um sistema automatizado que aciona o equipamento filtrante da piscina", conclui.

 

Várias opções de modelos

  • Se você pretende instalar uma piscina em sua casa, terá de fazer uma escolha acertada.
  • O mercado oferece várias opções de modelos, vale a que melhor se encaixar com o tipo mais adequado de seu terreno, bolso e gosto.
  • Piscina de vinil - A piscina de vinil oferece o melhor custo-benefício do mercado.
  • Construção rápida e segura, fácil de transportar, pois o vinil, além de dar o acabamento da piscina, também é totalmente impermeável, e o mais importante, é claro, a beleza da piscina de vinil é indiscutível, além da valorização do imóvel ser garantida.
  • A piscina de vinil pode ser feita em qualquer tamanho, em qualquer formato e também para qualquer finalidade (residencial ou comercial), basta verificar qual o tipo de vinil mais adequado para cada piscina.
  • Piscina de fibra de vidro - A piscina de fibra é a opção com menor prazo para instalação e apresenta um custo de construção menor que o da piscina de azulejo.
  • Na hora de escolher sua piscina de fibra é fundamental zelar pela qualidade do produto, só assim garante-se uma piscina bonita por vários anos.
  • Piscina de azulejo - As piscinas de azulejo têm incomparáveis vantagens em relação às piscinas de vinil e fibra de vidro.
  • Sua vida útil é de mais de 30 anos, permite os mais variados formatos e são inúmeras as opções de acabamento, do sóbrio azulejo até os mais diversos desenhos e coloridos em pastilhas.
  • Mergulhe de cabeça no verão.
fonte:http://www.odiario.com/c
publicado por adm às 23:26 | comentar | favorito
17
Set 11

Reabriram as piscinas cobertas de Mação

As piscinas cobertas de Mação reabriram segunda-feira, 12 de Setembro para a época 2011-2012 e, em breve, serão divulgados os horários de funcionamento e disponibilizados contactos via e-mail, telefone e da recepção para qualquer esclarecimento, sendo este último o local para as inscrições.

As piscinas vão disponibilizar aulas de natação para bebés entre um e três anos de idade e aulas de hidroginástica divididas por níveis: hidroginástica I e hidrosenior, na piscina de aprendizagem, hidroginástica II, na piscina de competição.

A par destas actividades desportivas, o complexo dispõe ainda de ginásio, onde todos os utilizadores podem efectuar exercícios de manutenção, com recurso a aparelhos diversos (passadeira, bicicleta, halterofilismo), e aulas de pilates.

fonte:http://semanal.omirante.pt/

publicado por adm às 22:30 | comentar | favorito
tags:
02
Set 11

SERTÃ - Piscinas reabrem ao público

As Piscinas Municipais da Sertã vão reabrir ao público, em regime livre no próximo dia 5 de setembro. O regime de aulas inicia-se no dia 12 deste mês. 
Estão assim abertas as inscrições para as diversas modalidades disponibilizadas, como sendo adaptação ao meio aquático, natação de aprendizagem, natação de aperfeiçoamento, natação livre, hidroginástica, hidrodeep e competição.
As inscrições poderão ser feitas de segunda a sexta-feira das 08h30 às 13h e das 14h30 às 21h30 e sábados das 09h30 às 13h e das 15h às 18h.

fonte:http://www.radiocondestavel.pt

publicado por adm às 14:01 | comentar | favorito
21
Ago 11

Mais de 12 mil já foram à Piscina Municipal de Ferreiros

Quando em Junho de 2001, a Piscina Municipal de Ferreiros foi inaugurada acabou por se transformar de imediato numa mais-valia para a freguesia, até porque não havia nenhuma infra-estrutura do género nas redondezas. Passados 10 anos aquele equipamento continua a ser uma “boa aposta”, a ter em conta que, em média, passam por ali mais de 20 mil utentes por ano.

A piscina de Ferreiros abriu as portas no passado dia 10 de Junho e vai manter-se aberta até ao dia 4 de Setembro. Mas o presidente da junta local, João Costa, garantiu que “se verificar a previsão de bom tempo, vai-se ponderar a hipótese de manter a piscina aberta por mais tempo”. 
Até agora, segundo o presidente de junta, já entraram na piscina 12 mil pessoas, apesar do tempo não ter ajudado muito. “Quando está bom tempo temos aqui à volta de 500 pessoas por dia, que vêm de Ferreiros, mas também de outras freguesias vizinhas”, contou o autarca.

Apesar, deste ano, os emigrantes franceses terem aumentado substancialmente, os utentes que mais frequentam a piscina de Ferreiros são as crianças e os jovens. “Mas o público da manhã e de fim-de-semana é diferente daquele que pára cá durante a semana à tarde. Nas manhãs e fins-de-semana temos mais famílias com crianças pequenas”, explicou João Costa.
Como o tempo na praia é um pouco incerto, “os utentes acabam por vir directos para a piscinas, mas há muitos que vão para a praia de manhã e depois acabam por vir para aqui”, salientou.

Até à data, não tem havido confusões na piscina. “Aqui é muito sossegado e tranquilo. Também temos um nadador-salvador e oito vigilantes. Estou aqui todos os dias de manhã para verificar se está tudo em ordem”, confidenciou o autarca, referindo que “as pessoas respeitam os funcionários e os funcionários sabem lidar com os utentes”. 

A piscina, que está aberta todos os dias das 10 às 18.45 horas, fica situada numa área cercada por vivendas. “Este é o melhor local para ter sido construído este equipamento”, assegurou aquele responsável, justificando que ali “dá sol todo o dia”.

“A água é excelente e o ambiente tranquilo”

Manter a qualidade da água “sempre excelente” e o “ambiente tranquilo e sossegado” são os principais objectivos do presidente da Junta de Freguesia de Ferreiros, João Costa, quando todos os anos abre as portas da piscina da terra. 

“À medida que vamos precisando de reparar alguma coisa tem que se fazer as obras. Por exemplo, este ano, fizemos uma pintura geral, pintámos o interior e exterior da piscina”, informou o presidente da junta de freguesia, referindo que “na casa das máquinas todos os anos é preciso, pelo menos, picheleiro e electricista”.

Daí a qualidade da água ser “excelente”, assegurou João Costa, garantindo que “é a me- lhor de todas”. “Temos uma empresa que é responsável pelas análises da água e o delegado de saúde também já nos visitou e depois da inspecção garantiu que está tudo em conformidade. Fazemos análises periódicas à temperatura da água, ao cloro e ao PH”, referiu.

A segurança e manutenção do espaço são salvaguardadas por um nadador-salvador e oito vigilantes. Estes vigilantes estão na bilheteira, nos vestiários e tratam da manutenção diária de todo o espaço, explicou o presidente. 
Os vigilantes são contratos, mediante candidatura ao Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), através do Contrato Emprego Inserção (CEI). “Com esta disponibilidade a piscina acaba por não ter os problemas que outras têm. Aqui é muito sossegado”, frisou o responsável da junta. 

O nadador-salvador, Adelino Gonçalves, confirma isso mesmo. A trabalhar há dois anos na piscina de Ferreiros, este nadador-salvador, com muitos anos de experiência, assegurou que esta piscina é tranquila e para isso basta impôr as regras e normas e as pessoas só têm que as cumprir. Até à data tem sido tudo muito pacífico, não há complicações nenhumas”, salientou Adelino Gonçalves que trabalha “na prevenção e segurança para evitar os perigos e que tudo corra pelo melhor. Os utentes até vêm ter comigo para tirarem dúvidas”.

Sandra Eirinha é uma das vigilantes da piscina. Grávida no final do tempo, Sandra já esteve “quase para desistir”, mas tem corrido bem. “Estou desempregado e está a ser uma experiência muito boa, é um local muito calmo e com um ambiente sossegado, por isso, é uma experiência a repetir”, evidenciou Sandra, que ‘toma conta’ da bilheteira da piscina.

fonte:http://www.correiodominho.com/

publicado por adm às 21:44 | comentar | favorito
18
Ago 11

Piscinas atraem banhistas ao Lugar de Baixo

Conhecido por oferecer condições aprazíveis, onde o mar e a paisagem verde estão lado a lado, o Lugar de Baixo constitui entrada para a Ponta do Sol e é uma das três zonas balneares deste concelho, a Oeste da Madeira.


Há muito frequentado pelos madeirenses, pela tranquilidade e pelo bom clima que oferece ao longo de todo o ano, os veraneantes passaram a ter mais um espaço de lazer.


As Piscinas da Marina do Lugar de Baixo, recentemente reinauguradas, após terem sido alvo de obras de recuperação, apresentam-se como mais uma solução para aqueles que, no Verão, não deixam de ir dar um mergulho.


O acesso ao complexo balnear é pago, não obstante o facto de haver um amplo espaço para estacionamento gratuito, constitui um atractivo para muitos, sobretudo para aqueles que vêm de concelhos mais distantes.


Ao aceder a este espaço balnear, os banhistas deparam-se com um vasto solário, que prima pela sua limpeza.


São vários os serviços de apoio existentes como espreguiçadeiras e guarda-sóis. Além disso, há ainda um posto médico e um salão de jogos.


À entrada do complexo, um snack bar com esplanada permite que os banhistas possam disfrutar do ambiente envolvente.


São duas as piscinas da Marina do Lugar de Baixo: Uma para adultos, de consideráveis dimensões, com zonas de profundidade média que oferece maior segurança àqueles que estão pouco à vontade com a água, e outra, mais pequena, para crianças.


Os mais pequenos têm ainda uma zona de lazer própria, situada numa área no solário.


As Piscinas do Lugar de Baixo proporcionam aos veraneantes um contacto com a natureza a todos os níveis, aliando a tranquilidade à beira-mar com paisagens de serra, dado que se encontram entre o mar e uma escarpa (reforçada) vestida de verde da qual provem o som constante de uma queda de água.


Relativamente à Marina, esta disponibiliza quatro pontões de amarração com capacidade para mais de cem embarcações, sendo que ainda existe um posto de combustível, abastecimento de água, electricidade e balneários para os tripulantes. Além disso, um espaço para centro de mergulho está previsto ser aberto em breve.

 

 

 

Uma lagoa única mesmo ao lado


Se decidir fazer um dia de praia nas Piscinas da Marina do Lugar de Baixo, saiba que pode aproveitar a ocasião para conhecer a única lagoa de maré que existe na Madeira.


A Lagoa do Lugar de baixo é rica pela sua biodiversidade que constitui particular interesse ornitológico. Aqui é possível observar diversas espécies, entre as quais destaque-se a Galinha-d'água, o Galeirão, a Gaivota, o Garajau, a Lavandeira, a Rola-do-mar, o Maçarico-das-rochas e a Garça-branca.

 

 

 

Casal de Aveiro diz que «as pessoas têm que aproveitar o lazer que têm»


Oriundos de Águeda, em Aveiro, há nove anos que o casal Antunes visita frequentemente a Região. António e Angelina, que estavam na companhia de Nelson Silva, natural da ilha, acham «tudo bom na Madeira» e as Piscinas da Marina do Lugar de Baixo não são excepção. «É engraçado aproveitarem todos os espaços ao máximo», interrompe Angelina, com visível admiração no rosto. António considera o Lugar de Baixo e as suas piscinas «uma zona privilegiada em termos de temperatura, o verde, a água e o espaço para estacionamento». Embora conhecendo outros complexos balneares na Madeira e até mesmo no continente, António entende que «as pessoas têm que aproveitar o lazer que têm» e, olhando em redor, concluiu que «isto é o paraíso».

 

 

 

Do Caniço ao Lugar de Baixo por causa da piscina


Ana Cristina Mata não se importa de vir do Caniço até ao Lugar de Baixo. Faz praia neste complexo, pela segunda vez, «por causa da piscina», disse, apontando para a piscina das crianças, enquanto segurava o filho pela mão, embora, acrescentou, «não tem escada e obriga a que se tenha que saltar lá para dentro». A zona específica para as crianças é outro dos atractivos. Mas Cristina Mata teceu ainda elogios à água da piscina «sempre renovada» e o parque de estacionamento. Todavia, considerou que «seria bom um acesso ao mar», disse com alguma hesitação quando que se ouvia em resposta à sua sugestão por um um elemento do seu grupo que «o mar ali costuma ter levadia».

 

 

 

«Adequado às nossas necessidades»


À sombra de um guarda-sol, Nelson Silva aceitou com um largo sorriso, enquanto segurava a filha de tenra idade no colo, a dar à equipa de reportagem do JM a sua opinião relativamente às Piscinas da Marina do Lugar de Baixo. «Este complexo é bom, porque está adequado às nossas necessidades», disse este interlocutor, acrescentando que a criação do complexo satisfaz, na medida em que na zona não tinha infraestrutura semelhante para oferecer. «Nesta zona não havia nada», apontou o banhista, destacando que esta infraestrutura «é boa para a família». «Estamos aqui à vontade», concluiu.

 

 

 

Entradas variam entre 1,50 e 2 euros


Preços não assustam

 

 

 

A entrada nas Piscinas da Marina do Lugar de Baixo é paga. Não obstante, os preços são semelhantes aos praticados noutros complexos existentes um pouco por toda a Região.


Os menores de 12 anos têm aqui entrada gratuita. O jovens menores de 18 e as pessoas com 65 e mais anos pagam 1.50 cêntimos.


Um adulto terá de desembolsar 2 euros para entrar.


Se pretender levar a família, saiba que estas piscinas têm dois “packs” especiais: Um com cinco entradas custa cinco euros, enquanto que outro com dez entradas são 10 euros.


As espreguiçadeiras e os guarda-sóis custam 1,50 cêntimos.

fonte:http://www.netmadeira.com/

publicado por adm às 14:20 | comentar | favorito
14
Ago 11

Entrada grátis nas piscinas de S. Brás de Alportel para os jovens no dia da Juventude

Celebra-se a 12 de agosto o Dia Internacional da Juventude e, nesse sentido, a Câmara Municipal de São Brás de Alportel associa-se às celebrações, oferecendo neste dia a entrada gratuita nas Piscinas Municipais Descobertas a todos os jovens até aos 30 anos de idade. 

Promovido na região pelo Instituto Português da Juventude, esta data dedicada aos jovens que se celebra um pouco por todo o mundo, desde 1999, tem como objectivo dinamizar iniciativas que promovam a participação dos jovens na vida política, social e cultural, fortalecendo ainda a compreensão intercultural entre os jovens. 

Recorde-se que, instituído por resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, este dia surgiu como resposta à recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa, em 1998.

fonte:http://regiaosul.pt/
publicado por adm às 23:23 | comentar | favorito
tags: